Principais Resultados

Segurança alimentar. O resultado mais imediato dos projetos produtivos apoiados pelo Projeto Vencer Juntos é uma melhoria na alimentação das famílias participantes. A maioria dos projetos apoiados é de criação de pequenos animais e pequenas plantações em comunidades afastadas do mercado. Mesmo que o grupo não consiga vender para ter um retorno financeiro com sua produção, as famílias passam ter acesso aos produtos produzidos: carne de galinha, ovos, leite, hortaliças, farinha etc. A alimantação melhora e as famílias deixam de gastar em alimentos. O dinheiro economizado na compra de alimentos fica disponivel para a satisfação de outras necessidades.

Complemento da renda familiar e criação de um patrimônio. Os projetos geram uma renda complementar para a família, em alguns casos a atividade do projeto torna-se a fonte principal de renda da mulher. Projetos de criação de cabras, ovelhas, suinos, vacas geram um patrimônio para a família quando aumenta o rebanho. A venda dos animais ajuda com necessidades emergenciais ou pontuais.

Educação/formação das famílias, desenvolvimento da cidadania. A participação no projeto deslancha uma série de processos educacionais: A maioria das famílias beneficiadas, mesmo quando eligíveis para outros programas do governo, como o Pronaf, não sabe como procurar os serviços públicos. Elas têm uma auto-estima muito baixa, não se sentem capazes. A população pobre do interior foi condicionada pela cultura do assistencialismo e coronelismo de esperar ajuda assistencial, como a cesta básica, o leite, a casa, o pequeno emprego na prefeitura, etc. O processo de animação, mobilização e capacitação desencadeado com a participação de um pequeno projeto de geração de renda leva as famílias, principalmente as mulheres, de re-descobrirem seus dons, suas capacidades e levanta a auto-estima dessas pessoas.

O desenvolvimento das pessoas pode ser percebido claramente de um ano para outro no comportamento dessas pessoas no seminário anual de projetos: com o decorrer do tempo, elas falam mais durante os encontros, se vestem melhor, erguem a cabeça. Mesmo quando um projeto fracassa, as participantes ficam mais preparadas para procurar emprego ou outras fontes de renda. Os participantes dos projetos tornam-se cidadãos mais ativos que votam de forma mais consciente e participam de organizações do bairro, associações de moradores ou de produtores.

Educação para o crédito. A disciplina e organização necessária para cumprir com o compromisso da partilha para o Fundo Rotativo faz com que o grupo leva mais séria a atividade, zela pelo cuidado dos materiais adquiridos e pela continuidade da atividade, e ensina o grupo práticas de planejamento e gestão de recursos. Dessa forma, o projeto produtivo assumido com apoio do Projeto Vencer Juntos prepara os grupos para acessar outras fontes de financiamento tais como o Pronaf ou micro-crédito

Organização comunitária, formação de lideranças. A participação num projeto de geração de renda e na organização de redes entre projetos  forma lideranças comunitárias que começam se organizar e buscar outros serviços para suas comunidades.

Otimização e integração de programas sociais, resultando em desenvolvimento local emancipatório. Os resultados mencionados acima fazem com que as pessoas beneficiadas inicialmente com um projeto de geração de renda/fundo solidário começam se organizar para reivindicar outros programas de apoio. Um exemplo concreto são os grupos de beneficiamento de frutas nativas que surgiram no Setor Bonfim-BA, nos municípios Monte Santo e Cansanção. Uma boa parte da safra do umbú se perdia naquela região. Com a ajuda do Vencer Juntos, alguns agricultores familiares se organizaram para criar uma mini-unidade de beneficiamento da fruta. Conseguiram fechar um contrato com a CONAB para vender a produção de polpa congelada para doação a entidades sociais, inclusive a Pastoral da Criança, e para inserção na merenda escolar. Baseado no sucesso do primeiro grupo, mais três se formaram.  Em 2010, o valor dos produtos comprados pela CONAB num período de 12 meses já é maior que o total do investimento do Vencer Juntos no setor entre 2003 e 2010.

Também em 2010, a Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza do Estado da Bahia percebeu o potencial da produção de derivados das frutas nativas naquela região e elaoborou um projeto de investimento na cadeia produtiva da fruta. Como as unidades fomentadas pelo Vencer Juntos demostram o maior grau de organização e conscientização na região, serão elas entre as primeiras a serem incluidas no novo projeto da Secretaria. Portanto, as famílias que antes eram excluidas dos programas sociais passam a ser beneficiadas. Dessa forma, é estimulado um processo de desenvolvimento local emancipatório que otimiza e integra vários programas sociais do Governo. O projeto de geração de renda com fundo rotativo solidário foi a semente que fez nascer este processo.